sexta-feira, 28 de maio de 2010

Mistérios do 4ºDireito - As caves (Reprise)

Depois de elaborar o post anterior, fiquei a pensar:

E se os antigos moradores do 4ºDireito soubessem deste blog?
Pelo que sabemos moraram aqui durante 3 anos, decerteza deixando nestas paredes muitas memórias e histórias para contar.

Pelo que nos disseram eles também tiveram problemas sonoros com o Mr.3D, por isso deduzimos que seriam dos nossos :)


Gostava mesmo que eles soubessem deste blog...

Parabéns João

27 de Maio de 1990.... o 4º Direito provavelmente ainda não existia mas a sua sina já estava traçada por um pequeno bebé que hoje em dia pertence ao apartamento e tem mais direitos sobre este do que qualquer senhorio.
Talvez até tenha mais direito sobre o apartamento do que pelas suas próprias coisas, mas isso são outras histórias narradas por imagens.
Imagens que com a absoluta certeza ficaram sempre na memória do maior doente de alzheimer!
e com esta te deixo 016.

video

Mistérios do 4ºDireito - As caves

Em pleno 4º andar, o nosso apartamento tem uma (duas) cave (s)!!



O que se encontra no seu interior permanece um mistério! Sabe-se apenas que os últimos a lá entrar foram os antigos moradores do 4ºDireito... "Os vossos colegas que moravam aqui acabaram o curso e vão sair da casa" (disse a senhoria), pois pois :O!!


Até agora encontramos duas caves, aparentemente sem fim, ambas com história indefinida:

-Secalhar vão dár directamente á boca do lobo, cough cough... 3ºDireito

-Secalhar era um abrigo para judeus durante a II Guerra mundial
-Secalhar é onde o Sérgio faz gaiolas

-Secalhar já não havia cimento e deixaram um buraco na parede



Uma delas transmite umas estranhas ondas radioactivas que impedem a câmera de focar o seu interior!

Lá dentro encontra-se um telefone com o fio cortado, que pode muito bem representar o posto onde José Estevão comandou telefónicamente as suas tropas até á victoria contra os monarquistas! (ai, história errada)
nonesense...

segunda-feira, 17 de maio de 2010

No topo do Mundo

"hey que terraço fixe, mal possa subo ao telhado!"

"hey que brutal, estou mesmo a ver aquelas noites de verão deitado no telhado a ver o céu!"

...Estas e outras frases menos masculinas fizeram-se acompanhar do nosso vocabulário nos primeiros tempos que cá estivemos. Apenas uma se realizou até agora...



Escalar até ao ponto mais alto! Para além das núvens, para além das antenas de televisão!

Para trás ficou o João, que
visto ter medo de alturas, fez-se de útil e registou o momento...

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Hey!

...Não se preocupem, a trindade está viva e de boa saúde :)

Várias siglas impediram-nos de poder actualizar isto nos últimos tempos, entre elas:

JN, ND, OM, PB, G(?) e depois E, EG, QFC, QFP, INTAEAAMCFPETUPEFPAMNSPPEJEBEPPUPMMCAANB

Não desanimem, porque nós tambem não :)

Vamos voltar a entrar no ritmo!

terça-feira, 4 de maio de 2010

saldo (em palavras)

Como para a grande maioria foi também para nós uma enorme, gigante e longa festa a semana do enterro que há pouco acabou.


Começámos sexta ainda sem acreditar que íamos passar 7 dias sem Design, sempre em festa.
E assim foi.

Aquecemos sexta ao som de Patrice e daí para a frente foi sempre a arrebentar as costuras:

Jantares (esparguete com atum, bifanas, lasanha caseira, escalopes, etc.) sempre à desgarrada das guitarras num jeito de ciganada;
Convívio com os amigos do costume, amigos dos amigos e novos amigos :)

música desde os grandes Blasted Mechanism;
os sempre e memoráveis Xutos e Pontapés que festejámos em grupo;
ao já nosso colega de NTC Dj Xicobe que no sábado só me tirou do recinto quando acabou de pôr música;
o colega Quim Barreiros que pôs a turma toda a mexer ao soum do acordioum;
as Tunas que nos fizeram sentir mais uma vez de corpo e alma parte da cidade. Aveiro dos Estudantes para sempre;

os carrinhos de choque que deixaram marcas ... físicas também x)
as barracas, sem esquecer a da TUA que nos souberam bem receber;
os comes nos cachorros e no porco assado que por um dia viram pão "voar" xD;
as mensagens no rodapé dos ecrãs gigantes que saltaram entre a anormalidade e a estupidez;
a bola de ar da tmn que viu uma corrida len (wait for it) dária: lendária entre mim e a Carolina Gaspar (que perdeu, claro).
e não menos importante o desfile que apesar de nenhum de nós ser ainda finalista marcou bastante e palavras não cabem aqui neste paragráfo (pelo menos para mim).


e por aqui podia continuar a tarde toda a escrever mas quem esteve no recinto sabe o quão familiar e fabulástico é o ambiente.

A trindade do 4º Direito moveu-se para o Enterro na última semana e sentiu-se em casa.



para breve, o saldo do enterro ... em imagens